Sobre

Este é um exemplo de página. Diferentemente dos posts, que são exibidos na página inicial de seu blog na ordem em que são publicados, as páginas são mais apropriadas a conteúdos atemporais que devem estar facilmente disponíveis, como as páginas Sobre ou Contato. Clique no link Editar para fazer alterações nesta página ou adicione uma nova página.

3 comentários em “Sobre

  1. Saudações Anderson, permita-me fazer um comentário construtivo. Após ler alguns dos principais especialistas da etimologia da língua portuguesa, notadamente percebi que quase todos são unânimes na ideia de que nosso idioma (todos na verdade) passou e passa por constante modificações, por adequações relacionadas aos regionalismos, aos anglicismos, entre tantas outras influências na língua falada e escrita e que de um modo geral imprimem um certo “liberalismo” literal.

    Vejo isso como motivação para escrevermos nossos textos na forma mais próxima daquela que usamos nos diálogos do cotidiano. De fato, penso que essa forma permissiva de expressão é muito bacana, pois nos deixa transcrever os próprios pensamentos de maneira muito íntima à realidade de cada indivíduo.

    Entretanto, como sou um “cadinho retrô”, tanto na idade, quanto na forma na qual aprendi a escrever meus textos, meus eus, minhas ideias, etc, acabo ficando incomodado com pequenos escorregões na digitção ou até mesmo no emprego ortográfico. Expressar uma ideia é quase como desnudar sua alma para os outros. É evidenciar suas verdades em determinados momentos da sua história. Por isso, creio ser fundamental o cuidado com os detallhes na hora de colocarmos o pensamento no papel. Esses, contribuem em muito para que o cerne do texto, digo, a ideia principal, não seja comprometida por más interpretações dos leitores. Afinal, eles não viveram nossa experiência e para que a mensagem alcance seu objetivo, que é de transmitir a experiência pessoal, carecemos fazê-los interpretar os mais fielmente possível.

    Então, diante disso, reafirmo que seus pensamentos expõem, desnudam a realidade na qual estás inserido. Nos dilemas éticos e morais que o fazem escrever e desejar imprimir na compreensão de quem lê, mensagens próprias, pessoais. e é exatamente por isso, por esses textos representar-nos como digitais inigualáveis, é que a atenção aos pequenos detalhes fazem a diferença. Meu jovem escritor, leia-me agora não como um crítico, nem como alguém que pensa saber mais ou menos. Leia-me como um colega literal que quer crescer ao lado de todos que desejam o mesmo.

    Confesso que passo boa parte do tempo revisando-me, reescrevendo-me, reeditando-me para que aqueles que lerão meus penamentos possam aproximar-se da experiência que desejo compartilhar textualmente, dentro das minhas limitações enquanto aprendiz da língua pátria.

    “Aquilo que é bem escrito, corre o risco de ser bem entendido”. (batschauer)

    Forte abraço!

    Curtido por 3 pessoas

  2. Eu entendi sua preocupação e agradeço por ela. Porem eu gosto mesmo de apresentar sempre a essência dá coisa saca, o que de fato quero transmitir e algo que seja meu e não algo que alguem possa interpretar como de fato se sentir dentro daquilo. Até mesmo porque muitas coisas com tempo vai me força a modificar e aceitar as coisas novas dentro de meus textos e poemas.

    Mas não vejo como uma critica e sim como uma opinião bem construtivas, das quais poucas pessoas se preocupa em opinar.

    Obrigado

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: