Tragam numa bandeja

Tragam numa bandeja

Entre serenos da noite,
Pigmentações de pingos que se
Forma em letras para satisfação poética.

Quero seus dedos envolvido
No papel de pão na construção de
Poemas que lhe atormenta a madrugada a fora. . .

Larque este seu sorriso na mesa
Junto com seus lábios nu!
______Tragam me a tristeza
Envolvido em seus versos

O poeta descartou sua nudez,
Do mesmo modo estava nu. . .
E recusando de coabitar com sua musa
_____________________________Inspirador,
Ele apenas usou seus ponto e vírgulas
Respeitando a sua alma vestida!

Anderson B.

Direitos reservados

📸 Lee Jeffries

%d blogueiros gostam disto: