Viver em dor, porque ninguém me entende

Foram muitas tentativas,
Algumas até que me deram esperança. . .
Coisas da vida,
Desejos alheios não compartilhado.

Eu quis você e ainda quero,
Mas o eixo está perdido
E como entra num mar sem ao
Menos saber nadar

Nunca foi um sonho,
Nunca quis que fosse pra sempre,
São ideia, momentos dos quais
Queria apenas marca

Eu não entendo os seus esporo!?
Mas no fundo compreendo
As suas rejeição. . .
Estou usando drogas na certeza de
Você ser a cura

Quando achamos que entendemos
De mais na verdade estamos apenas
Sendo manipulado, e parece que o
Que mais alimento se tornou o monstro
Que sempre tive medo.

Anderson B.

direitos reservados

📸 Lee Jeffries

%d blogueiros gostam disto: